Roupas, brinquedos e eletrônicos na escola

Orientações sobre como vestir-se
e o que trazer para a escola

Ao orientar as famílias sobre como o aluno deve vir vestido e o que pode trazer para a escola, pede-se que se tenha atenção ao bem estar e o respeito à filosofia da escola. 

Valorizamos aquilo que favorece a saúde física, emocional e mental, relações positivas, a criatividade e a Cultura de Paz.

No entanto, todos nós sofremos uma tensão: o circuito comercial leva em muitos casos ao uso de produtos que tendem ao individualismo, competição conflituosa, dependência do consumo e violência.

Por isso, escola e famílias necessitam estar atento aos cuidados de bos práticas na formação das crianças e adolescentes.

 

Paisagem

Paisagem

Na Escola Caminho do Meio, usamos um conceito particular de ‘paisagem’.

Imaginemos, por exemplo, uma pracinha. Ela por si só já forma um cenário de espaço infantil. A paisagem não é formada apenas por aquilo que está ali, mas também pela maneira como a pessoa enxerga.

Um adulto pode ver ali uma paisagem de desenvolvimento saudável, pois favorece as brincadeiras ao ar livre. Outro adulto, pode ver a paisagem de um local perigoso por achar os brinquedos inseguros.

E, nas brincadeiras, a paisagem se manifesta de maneira ainda mais evidente. Uma criança pode ver no escorregador a torre de um castelo, e um montinho de areia pode ser uma montanha maior ainda.

Entender que nos relacionamos com o mundo e com os outros através de paisagens nos ajuda a tomar escolhas mais conscientes.

Quando algumas crianças formam um clubinho, na Escola Caminho do Meio sempre conduzimos para que ele não seja fechado. Assim, na paisagem das crianças, abre-se um espaço para que qualquer colega possa ocupar.

Quando uma criança veste uma fantasia de super-herói (convencional dos quadrinhos), ela se coloca no lugar de um personagem que tensiona os conflitos até terminar com violência.

Com que roupa ir para a escola?

Roupas para o pátio

A escola está inserida em um bosque, no qual os alunos brincam diariamente. Recomenamos roupas que:

  • facilitem o movimento (correr, pular, agachar-se, subir em árvore, etc),
  • adequadas para brincar com terra, folhas e plantas.
Roupa reserva. Solicitamos que as crianças menores tenham uma muda de roupa reserva na mochila.

Roupas para o clima

O clima da região às vezes pode ser exigente. Recomendamos que:

  • as roupas protejam bem contra a umidade nos dias mais frios ou úmidos,
  • traga-se um agasalho na mochila nos períodos suscetíveis a mudanças de clima (chuvas repentinas ou troca de temperaturas).

Calçados

Sobre o calçado de dentro:

  • deve proteger bem contra o frio e umidade, conforme o clima do período,
  • não pode ser usado fora da sala.

Sobre o calçado de fora:

  • recomenda-se o uso de calçado fechado ou firme, para dar firmeza e segurança às brincadeiras ao ar livre.

Sem mídia, nem violência

Para oferecer uma paisagem de acordo com a filosofia da escola, as roupas:

  • não podem conter imagens de violência,
  • não podem estampar personagens de paisagens violentas (super-heróis, por exemplo),
  • não podem conter marcas ou símbolos que remetam a paisagens de violência.

Além disso, solicitamos que as roupas também:

  • não estampem personagens, cenários ou marcas comerciais da grande mídia.
  • não estimulem o consumo,
  • não estimulem comparação entre quem tem e quem não tem.

Fantasias

A Escola Caminho do Meio estimula que a criança e as famílias criem fantasias, sem necessidade de consumir mais para criar uma brincadeira.

Sim, estimulamos a criatividade, dentro de nosso perspectiva de Cultura de Paz. Por isso:

  • não é permitido o uso de fantasias que caracterizem personagens comerciais definidos (da TV, cinema, revistas, internet, etc),
  • não é permitido o uso de fantasias que remetam a paisagens de violência.

Roupas adequadas

A vestimenta deve ser adequada conforme a ocasião.

A roupa para a escola não é a mesma roupa de certas festa, por exemplo.

Para educação física, deve-se usar roupas conforme as atividades que vem sendo desenvolvidas.  

Brinquedos e eletrônicos

Dia do brinquedo livre

Dentro da proposta de brincar livre, a Escola Caminho do Meio, já fornece brinquedos e recursos para o brincar, sem necessidade que as crianças tragam de casa seus brinquedos. Aliás, a exploração dos recursos do ambiente para o brincar está dentro da proposta da escola.  Mesmo assim, em alguns momentos proporcionamos o dia do brinquedo livre. Por isso, estabelecemos que:

  • as crianças podem trazer um brinquedo apenas nos dias combinados com a professora.

Brinquedos adequados

Os brinquedos devem ser adequados com a proposta da escola. Portanto:

  • não podem remeter a paisagens de violência ou conflito,
  • não podem estimular o consumo,
  • não podem estimular a comparação entre quem tem e quem não tem.

Priorizamos brinquedos mais artesanais, de madeira ou de tecido. E valorizamos aqueles que proporcionam oportunidades para a criatividade e convívio.

Celulares e eletrônicos

Não e permitido o uso de celulares e outros eletrônicos desde a entrada até à saída da escola, exceto quando combinado com algum dos educadores.

Objeto de transição

Algumas crianças da Educação Infantil usam um objeto de transição como recurso para se adaptarem à escola. É aquele caso da criança que se apega a uma boneca, um paninho, um livro ou outro objeto de casa para ir à escola. Isso é normal.

Esse objeto tem a função de garantir uma sensação de segurança, para que o aluno consiga deixar o ambiente familiar para fazer a sua jornada pela escola. É como segurar-se com para pisar em uma ambiente novo, mesmo quando se sabe que o chão é seguro.

O que fazer? 

  • Se o objeto de transição estiver de acordo com a proposta da escola, pode ser trazido para a aula. Em geral, a professora guardará o objeto na mochila do aluno durante a aula.
  • Não estimule, nem lembre ela de recorrer a esse objeto. Deixe essa situação transcorrer naturalmente.
  • Se houver algo inadequado nessa situação, a família será chamada a conversar.
Rolar para o topo