Nossa proposta

Educação Infantil

A melhor maneira de falar sobre o ritmo é poética. É como a respiração, o batimento do coração, o toque cadenciado de um tambor. O bom ritmo alterna expansão e contração. A rotina diária é feita sob essa inspiração, e favorece que as crianças  vivenciem naturalmente cada momento, com energia e presença.

Respeitamos o brincar e o desenvolvimento natural da criança. Proporcionamos uma ambiência que ao mesmo tempo estimule e assegure boas relações com os outros e com o ambiente em um brincar livre. Isso proporciona descobertas internas e externas, intuições, criatividade, autonomia e presença.

Essas habilidades, no Ensino Fundamental, serão bases para aprender por projetos.

Tanto as atividades diárias, quanto o plano anual tomam como referência as Cinco Sabedorias. 

Ensino Fundamental

A cada bimestre, o professor, tendo como referência a Base Nacional Curricular Comum (BNCC) e os eixos da escola, conversa com seus alunos sobre temas que sejam significativos e de interesse a todos. A partir disso, é formulado o projeto de aprendizagem da turma, o que inclui pesquisar saberes em fontes de referência e na comunidade, de maneira conjugada com o conteúdo escolar previsto para os alunos. 

A arte está presente no cotidiano da escola. Ela proporciona uma vivência. Assim, a aprendizagem torna-se mais significativa. Sem falar que ela permite criar e recriar múltiplas possibilidades.

Tanto as atividades diárias, quanto o plano anual tomam como referência as Cinco Sabedorias. 

Cinco Sabedorias

A Escola Caminho do Meio baseia sua proposta pedagógica nas Cinco Sabedorias. Elas sintetizam os principais eixos de trabalho e são presentes no cotidiano escolar. Cada bimestre é dedicado a uma sabedoria, traçando um ritmo anual em harmonia com o momento de aprendizagem e a estação do ano. Elas se fazem presente no planejamento, nas atividades dos alunos. E, para as famílias, é oferecida uma formação, com o propósito de facilitar a sua integração àquilo que os alunos vivenciam na escola.

Através disso, buscamos resgatar valores essencialmente universais, conforme sistematizados na tradição budista e apreendidos a partir dos ensinamentos de Lama Padma Samten (2006), a saber: Sabedoria do Acolhimento, Sabedoria da Igualdade, Sabedoria Investigativa, Sabedoria da Causalidade e Sabedoria da Transcendência.

 

Acolhimento, Igualdade, Investigação, Causalidade e Transcedência

– Sabedoria do Acolhimento: essa sabedoria nos permite reconhecer o outro no mundo dele, em seu próprio contexto, sem julgamentos pré-estabelecidos, podendo assim estabelecer um contato positivo com ele. Esta sabedoria, também chamada Sabedoria do Espelho, nos permite a compreensão de que o mundo que vemos ao nosso redor é o mundo que reflete nossa mente, assim como a experiência de mundo de todos os seres espelha as premissas mentais que cada um tem ao olhar o mundo.

– Sabedoria da Igualdade: Desta sabedoria brota um interesse genuíno em mover-se na direção do outro, promovendo suas qualidades e alegrando-se com a alegria e o crescimento do outro. Ao experimentar-se como inseparável do outro, a generosidade brota de maneira natural. No contexto da prática educativa, o educador se alegra naturalmente com os progressos e alegrias das crianças.

– Sabedoria Discriminativa: Tem por base a lucidez e a serenidade. No contexto da prática educativa, constitui o eixo de compreensão que nos permite diagnosticar obstáculos, orientar e prescrever métodos.

Sabedoria da Causalidade: Sabedoria que relaciona as causas e consequências associadas, e busca promover ações que tragam benefícios e reduzir ações que tragam malefícios, bem como tornar essa lógica visível. Esta sabedoria inclui a habilidade de transformar situações desarmônicas, conflitos e obstáculos em oportunidades positivas.

– Sabedoria da Transcendência: Permite-nos perceber a dimensão livre e criativa diante das mais diversas situações, não nos fixando excessivamente à aparência inicial das circunstâncias e podendo por isso manter um olhar aberto e inovador, através do acesso à região de lucidez,  estabilidade e segurança interna em cada um.

As cinco sabedorias são inseparáveis e transversais, atravessando o cotidiano de uma maneira natural. Entretanto, a cada bimestre no transcorrer do ano uma delas se destaca nos estudos da equipe e vivências das crianças. Elas são integradas ao entendimento das Estações do Ano e festividades culturais, para vivenciarmos a interdependência de tudo o que vivemos. Cada sabedoria é estudada pelos educadores a fim de ensinar através do exemplo, bem como oferecer oportunidade de vivenciá-las através projetos, brincadeiras significativas, jogos, canções, cantigas de roda, artes em geral.

Plano anual

Nosso planejamento anual articula aspectos pedagógicos, ciclos e elementos da natureza, e as Cinco Sabedorias. Os projetos têm um eixo bimestral comum para os variados grupos de crianças de toda a Escola, que inclui a observação atenta da natureza ao redor. Favorecemos ainda o desenvolvimento de habilidades artísticas, motoras, comunicativas, sociais, cognitivas, em harmonia com temas significativos ao longo do ano.

A observação de cada um dos cinco elementos naturais – terra, água, fogo, ar e espaço -, ao ser feita de forma viva dentro e fora do nosso corpo, traz a experiência de sermos inseparáveis da natureza, oferecendo uma ecologia humana e cultivando um pensamento científico que seja, ao mesmo tempo, ético e afetivo.

As festas e celebrações marcam os ciclos e têm uma função de culminância natural do processo vivido, além de ser um momento para compartilhar as experiências com familiares e a comunidade em geral. Na Escola Caminho do Meio organizamos o trabalho em cinco bimestres. Abaixo o quadro resumo:

Rolar para o topo